21 de novembro de 2017

Emenda de Assis do Couto garante construção de Laboratório de Reprodução Animal



O laboratório é essencial para todas as atividades práticas reprodutivas que utilizarão bovinos, seja no ensino, na pesquisa ou na extensão

A Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) - Campus Realeza inaugurou, nesta sexta-feira (17), a Sala de Aula Prática - Laboratório de Reprodução Animal. O local é mais um dos diversos espaços de estudo do Hospital Veterinário Universitário (HVU). A cerimônia de inauguração contou com a presença do reitor da UFFS, Jaime Giolo, da equipe diretiva do Campus, do deputado federal, Assis do Couto (PDT-PR), autoridades municipais e estaduais, além do corpo docente do curso de Medicina Veterinária e superintendência do HVU.

 

O novo laboratório foi construído e equipado a partir de projeto contemplado com recursos de emenda parlamentar do deputado federal Assis do Couto (PDT-PR), no valor de R$ 400 mil, sendo essencial para todas as atividades práticas reprodutivas que utilizarão bovinos, seja no ensino, na pesquisa ou na extensão.

 

O reitor da UFFS destacou que o espaço representa um marco para o curso de Medicina Veterinária do Campus Realeza. "É uma estrutura importante para o aprendizado dos nossos acadêmicos e também para o atendimento aos animais de grande porte, neste caso, em especial, os bovinos. Estou satisfeito com tudo o que está acontecendo aqui, pois sinto que a Universidade está de fato se enraizando na região, criando estruturas capazes de atender à comunidade acadêmica e regional", ressaltou.

 

Sobre o investimento, o deputado Assis do Couto enfatizou a importância da Sala de Aula Prática - Laboratório de Reprodução Animal para a região Sudoeste do Paraná, que tem na agricultura familiar uma de suas bases econômicas. "Estou com uma esperança que isso será um grande projeto não só para Realeza, mas para o Sudoeste do Paraná. Sendo uma região composta pela agricultura familiar, cuja economia está muito baseada na produção de leite, vejo que teremos aqui uma instituição pública equipada para atender o desenvolvimento da região e, principalmente, para a formação de conhecimento, na capacitação dos estudantes da Graduação e do Mestrado de Medicina Veterinária".

 

O superintendente do Hospital Veterinário Universitário, professor Gentil Ferreira Gonçalves, dá mais detalhes sobre a utilização do laboratório para as práticas do curso de Medicina Veterinária. "Este espaço irá garantir a realização de procedimentos reprodutivos, com aplicação de biotecnologia, além de procedimentos clínicos e obstétricos em ruminantes com segurança e em número suficiente para atender as aulas práticas, os projetos de extensão e de pesquisa”, comentou.

 

Outro aspecto é a promoção da segurança tanto para os acadêmicos, professores e técnicos envolvidos, quanto para os animais. “O projeto contempla concepções de manejo que atendem e preservam o bem-estar dos animais, mesmo em um ambiente hospitalar. Por outro lado, a disposição dos troncos garantirá a execução simultânea de procedimentos em vários animais, maximizando o espaço e a presença do professor”, salientou Gonçalves.

 

Com a emenda parlamentar no valor de R$ 400 mil, foram construídos a cobertura, as fundações e os pisos da Sala da Aula Prática - Laboratório de Reprodução Animal – investimento de R$ 204 mil –, bem como realizada a colocação de troncos para contenção e imobilização dos bovinos, no valor de R$ 118.650 mil. A área construída possui 496 m². Com o restante do recurso, pouco mais de R$ 77 mil, também foram adquiridos alguns equipamentos para o laboratório, como congelador automático de sêmen, transportador de embrião, transportador de oócito, impressora de palhetas, platina aquecedora, seladora de palhetas e suporte para saco hamper.

 

Sobre o Hospital Veterinário Universitário da UFFS

 

A primeira fase de construção dos blocos do Hospital Veterinário Universitário foi entregue recentemente, sendo uma unidade de apoio importante às atividades de ensino, pesquisa e extensão do Campus Realeza, especialmente, àquelas ligadas à saúde animal.

Implantado numa área de 497.200 m², o HVU possui uma área construída de 4.641,69 m², sendo esta a primeira etapa da obra finalizada. A pretensão é que, com a finalização de outras duas etapas de obras, o local seja suficiente para atender as necessidades de ensino, pesquisa e extensão do Curso de Graduação em Medicina Veterinária e do Programa de Pós-Graduação, além de se tornar um centro de referência regional em saúde animal.

 

A primeira etapa de obras, avaliada em R$ 15 milhões, consiste na construção da área administrativa, salas de apoio, salas de aula, clínica médica e cirúrgica para pequenos animais, salas de exames, laboratórios de: Diagnóstico por Imagem, Análises Clínicas Veterinárias, Doenças Parasitárias Veterinárias, Doenças Infecciosas Veterinárias, Anatomia Veterinária e Reprodução Animal. Também estão inclusas na obra rampas de acesso e infraestrutura necessária para a ligação de água, esgoto, energia elétrica, gases, rede pluvial e iluminação.

 

Os espaços construídos foram adaptados para prestação de serviços em saúde animal à comunidade regional, sendo eles: Clínica Médica de Animais de Companhia, Clínica Médica de Animais de Produção, Clínica Cirúrgica Veterinária, laboratórios de: Anatomia Veterinária, Análises Clínicas Veterinárias, Diagnóstico por Imagem Veterinária, Doenças Infecciosas Veterinárias, Imunologia e Doenças Parasitárias Veterinárias, Patologia Veterinária, Reprodução Animal e ainda Biotério para alojamento de roedores. Vários projetos de extensão e pesquisa ligados à saúde animal são desenvolvidos nesse espaço, sempre com a participação de acadêmicos de Graduação e Pós-Graduação.

 

O atendimento ao público e os serviços à comunidade são oferecidos de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30. O agendamento para as consultas deve ser realizado pelo telefone (46) 3543-8347.

 

Por enquanto, os serviços prestados são gratuitos, porém a administração do hospital já estuda a cobrança de taxas para a manutenção do local, assim como para a aquisição de materiais. “Como não existe um Sistema Único de Saúde (SUS) para animais, os recursos utilizados no HVU são todos provenientes da UFFS. Com a ampliação da oferta de serviços, ampliam-se também os custos de manutenção, insumos e pessoal, o que trará um ônus proibitivo em curto prazo para instituição, inviabilizando a oferta de serviços de maneira gratuita”, explicou Gonçalves.

 

A cobrança das atividades e serviços oferecidos pelo HVU está em tramitação no âmbito da Universidade. “Os preços praticados serão compatíveis com o mercado regional, no entanto, atividades em aulas práticas ou em projetos serão isentas de pagamento, assim como para a população que apresente vulnerabilidade social, que poderá ter isenção de até 100% dos custos. Com essas medidas, pretende-se garantir um serviço de qualidade e ininterrupto à população regional”, detalhou Gonçalves.

Fotos: Ariel Tavares



Fonte: Assessoria de Comunicação do Campus Realeza


URL encurtada: https://goo.gl/uypZ5i




ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

Receba novidades exclusivas do Deputado em seu e-mail.

Preencha todos os campos!