03 de julho de 2018

Assis cumpre agenda em Clevelândia e vista Escola Agrícola



O parlamentar pediu providências a respeito das obras de ampliação da escola que estão paradas há três anos

O deputado federal Assis do Couto (PDT-PR) visitou o município de Clevelândia, que no último dia 28 completou 126 anos de emancipação. O parlamentar entregou ao prefeito Ademir Jose Gheller dois ofícios de destinação de emendas, sendo uma para área de saúde e outra para agricultura familiar (compra de calcário).

Acompanhado do vice-prefeito e companheiro de partido, Cézar Daneluz, o parlamentar aproveitou a vista para conversar com secretários e lideranças locais sobre os cenários políticos nacional e estadual. O deputado estadual Nelson Luersen (PDT) também acompanhou a agenda.

Cezar Daneluz, agradeceu a visita do deputado Assis e as emendas destinadas ao município e citou a importância do trabalho do parlamentar em Brasília.  “Nós acompanhamos as votações de Assis em Brasília e sabemos que suas posições são coerentes e sempre em defesa dos pequenos municípios. Falar em política nos dias atuais se tornou difícil por causa da corrupção, mas que dialogar com Assis, vai falar com alguém honesto, que cumpre o que promete e é ficha limpa acima de tudo”, ressaltou.

ESCOLA AGRÍCOLA - Após o almoço com lideranças, Assis visitou o Centro Estadual de Educação Profissional Assis Brasil, um dos mais antigos colégios agrícolas do Brasil. O deputado conheceu toda a estrutura, maquinários, animais, além de conversar com alguns alunos. A Escola Agrícola conta com cerca de 360 alunos de 42 municípios.  

O parlamentar falou da importância de uma melhor estrutura para a instituição, principalmente no quesito alojamentos, banheiros e maquinários. “É importante uma boa estrutura para que cada vez mais os filhos de agricultores possam se interessar em permanecer no campo, a sucessão familiar na agricultura familiar depende de escolas e projetos como esse”, complementou Assis.

Porém, Assis chamou atenção para as obras de ampliação da escola, que estão paradas há três anos. “Esta escola está há mais de 65 anos servindo a agricultura do Sudoeste do Paraná e do Brasil. E o que percebemos é que é uma luta muito grande dos servidores e funcionários para manter essa estrutura. Porém, ainda falta muita infraestrutura. Temos aqui alojamentos com mais de uma dezena de estudantes e um único banheiro. E o que chama a atenção é que ao lado temos uma obra nova, construída com recurso público, não acabada e hoje denunciada por desvio de recursos públicos”, observou Assis. Além dos blocos dos novos alojamentos, estão paralisados também os blocos das agroindústrias e um bloco administrativo.

“Uma outra demanda que vamos tentar ajudar, na medida do possível, é a falta de equipamentos e máquinas mais modernas adaptadas ao treinamento e capacitação desses estudantes. Aqui existe uma riqueza muito grande, construía ao longo dos anos e que o estado precisa investir dar mais atenção”, ressaltou.    



Fonte: Assessoria de Imprensa


ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

Receba novidades exclusivas do Deputado em seu e-mail.

Preencha todos os campos!